Brasil vence Uruguai e está na final

fred_gol_ribMesmo sem uma atuação brilhante, o Brasil conseguiu se classificar para a final da Copa das Confederações no próximo domingo. Em um jogo duro contra o Uruguai, a Seleção fez 2 a 1, com gols de Fred e Paulinho, com Cavani descontando para a Celeste Olímpica. Agora, o Brasil aguarda a definição do seu adversário – Espanha e Itália jogarão amanhã no Castelão.

Tanto a disputa do terceiro lugar quanto a final serão realizadas no domingo, dia 30, às 13h e às 16h, na Fonte Nova e no Maracanã, respectivamente.

O jogo

A partida começou muito embolada no meio campo. Enquanto o Brasil era lento e errava passes, o Uruguai parecia não ter pressa nenhuma para cobrar escanteios e laterais, apostando na disputa por pênaltis.

A primeira oportunidade foi do Uruguai. Aos 12 minutos, David Luiz derrubou Lugano dentro da área e o árbitro assinalou pênalti. Forlán cobrou rasteiro no canto esquerdo de Julio Cesar, que foi buscar o chute do uruguaio, para delírio da torcida presente no estádio.

Apesar de ter 70% de posse de bola com 25 minutos, a Seleção Brasileira não conseguia criar chances reais de gol, ao contrário das outras partidas, nas quais o Brasil começou bem. Por sua vez, o Uruguai marcava forte no campo de defesa, mas também não assustava a zaga brasileira.

A Celeste Olímpica ameaçou aos 29 minutos. Rodríguez fez boa jogada pela esquerda e cruzou para Forlán, que dominou dentro da área e finalizou por cima do gol.

Aos 37 minutos, o Brasil chegou aos trancos e barrancos. Marcelo ganhou algumas disputas de bola pela esquerda e rolou para Fred, que finalizou pressionado por Godín na risca da pequena área e mandou por cima.

Foi somente com 41 minutos que o Brasil criou e converteu sua primeira oportunidade de gol. Neymar tabelou com Paulinho e recebeu de volta dentro da pequena área. O camisa 10 finalizou, mas a bola resvalou em Mulsera e sobrou para Fred, que achou o canto e inaugurou o placar no Mineirão.

Quem começou a segunda etapa melhor foi o Uruguai. Logo aos três minutos, Cavani aproveitou um bate-rebate na área e finalizou no canto de Julio Cesar, que nada pôde fazer para evitar o empate.

Apesar do gol, a Celeste Olímpica continuou na frente, encurralando o Brasil. Aos 21, Forlán cruzou para Suárez. A bola acabou indo na cabeça de Thiago Silva, que quase marcou contra.

Com 33 minutos, o Uruguai quase virou com Cavani. O atacante finalizou da entrada da área, e, após um desvio, a bola passou rente ao poste direito do goleiro brasileiro.

Porém, assim como na primeira etapa, o Brasil encontrou um gol. Aos 41 minutos, Neymar cobrou escanteio na segunda trave, e Paulinho subiu mais que a zaga para desempatar a partida e eliminar o risco de prorrogação.

FICHA TÉCNICA
BRASIL 2 X 1 URUGUAI

BRASIL: Julio Cesar; Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz e Marcelo; Luiz Gustavo, Paulinho e Oscar (Hernanes); Hulk (Bernard), Fred e Neymar (Dante).
Técnico: Luiz Felipe Scolari

URUGUAI: Muslera; Maxi Pereira, Lugano, Godín e Cácares; Arévalo Ríos, Gonzáles (Gargano) e Rodriguez; Forlán, Suárez e Cavani.
Técnico: Óscar Tabárez

GOLS

Brasil: Fred (41’) e Paulinho (86’)
Uruguai: Cavani (48’)

CARTÕES AMARELOS

Brasil: David Luiz (13’), Luiz Gustavo (39’)
Uruguai: Cavani (21’), Gonzáles (74’)

Local: Estádio Governador Magalhães Pinto (Mineirão), Belo Horizonte, Brasil
Público: 57.483
Árbitro: Enrique Osses (CHI)
Assistentes: Juan Pablo Belatti (CHI) e Sergio Roman (CHI)

Anúncios
Esse post foi publicado em Esportes e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s